Enigma espacial é revelado: Planeta anão e sua atmosfera passageira

© Foto / NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDASuperfície de Ceres em cores imaginadas
Superfície de Ceres em cores imaginadas - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A "atmosfera" misteriosa, que cobre as manchas brancas de Ceres e possui caráter sezonal, foi descoberta pela sonda Dawn no ano passado. Em se tratando das estações, ela aparece em tempos de atividade solar e não está ligada à aproximação do Sol ao planeta anão, diz o artigo publicado no Astrophysical Journal Letters.

"Algo semelhante pode ocorrer, segundo nossas observações, em outros corpos celestes ricos em água e sem ar, incluindo os polos da Lua e outros asteroides. A atmosfera em sua superfície pode surgir durante erupção da atividade solar", escreve o chefe da missão da Sonda Dawn, Christopher Russell, para o Astrophysical Journal Letters.

Superfície da Lua - Sputnik Brasil
A Lua está logo ali: Rússia revela suas metas espaciais para próxima década
Inicialmente, cientistas acreditavam que essa "atmosfera" surge da mesma maneira que as caudas de cometas — como resultado do descongelamento da água em estado solido e dos gases enquanto Ceres se aproxima (um planeta anão localizado no cinturão dos asteroides entre Marte e Júpiter) do Sol. Mas, as observações seguintes, levaram ao questionamento dos cientistas, pois a névoa surgia e desaparecia sobre as manchas brancas, descumprindo, assim, as regras fundamentais.

​Mas, após realizarem análise de dados recebidos pela sonda Dawn, eles chegaram à conclusão de que é a atividade do Sol que faz a atmosfera do planeta anão surgir.

Extraterrestre - visão artística - Sputnik Brasil
Que aparência têm os extraterrestres segundo os cientistas?
Mas como essas erupções solares estão ligadas ao aparecimento da atmosfera em Ceres? A resposta é simples: as moléculas de água se separam da superfície do gelo assim que começam a ser bombardeadas pelos raios solares ou elétrons de alta energia. Segundo explicam os cientistas, os fluxos das parcelas em questão resultam no aparecimento de uma atmosfera rarefeita nos satélites de Júpiter — Ganímedes e Europa. Por tanto, planetólogos acreditam que o processo semelhante ocorre em Ceres.

Atualmente, o Sol se encontra em uma fase bastante calma, pois a atmosfera de Ceres é um fenômeno extremamente raro. Há alguns anos, quando erupções solares eram mais frequentes, a atmosfera permanecia na superfície do planeta anão quase que permanente, concluíram.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала