Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Governador de província síria diz que base atacada era usada na guerra contra o Daesh

Nos siga no
O governador da província síria de Homs, Talal Barazi, disse que a base aérea disparada por mísseis americanos apoiava as operações do exército sírio contra o Daesh (autodenominado Estado Islâmico, proscrito na Rússia e em vários outros países).

O USS Destroyer (DDG 78), comandante de mísseis guiados da Marinha dos EUA, conduz operações de ataque enquanto no Mar Mediterrâneo, que o Departamento de Defesa dos Estados Unidos disse que era parte do ataque com mísseis de cruzeiro contra a Síria - Sputnik Brasil
Estados Unidos lançam 59 mísseis de cruzeiro contra base aérea na Síria
Segundo a Reuters, Barazi disse que este passo só ajudou os extremistas.

"A liderança síria e a política síria não vai mudar. Este golpe não foi o primeiro e, penso eu, não será o último", disse ele em uma entrevista por telefone para a televisão nacional síria.

Mais cedo, o presidente dos EUA Donald Trump fez uma declaração quanto aos ataques às tropas sírias. Segundo ele, um ataque com mísseis foi realizado na base aérea, de onde, de acordo com as autoridades americanas, o suposto ataque químico a Idlib foi organizado.

Durante a reunião do Conselho de Segurança sobre a situação em Idlib do vice-adjunto da Síria à ONU, Monzer Monser negou informações sobre a disponibilidade de armas químicas de tropas do governo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала