Astrônomos planejam estudar buraco negro com telescópio maior do que a Terra!

© Foto / ESO/ S. OtarolaMaior radiotelescópio do mundo – observatório espacial do ALMA (Atacama Large Millimeter Array), Chile
Maior radiotelescópio do mundo – observatório espacial do ALMA (Atacama Large Millimeter Array), Chile - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os participantes do projeto Event Horizon Telescope (EHT) estão esperando receber as primeiras "fotografias" do buraco negro supermaciço, localizado no centro da Galáxia, tiradas pelo grandioso radiotelescópio interferômetro terrestre que possui uma área de disco "virtual" maior do que a Terra, informa a Fundação Nacional de Ciência dos EUA.

"Essa semana abre uma nova era da astronomia. O Telescópio do EHT receberá a primeira ‘fotografia' do buraco negro supermaciço, localizado no centro da Galáxia", declarou o diretor da Fundação Nacional de Ciência norte-americana (NSF), France Cordova.

Segundo os cientistas, a partir desta semana serão iniciadas as observações do "horizonte de eventos" (popularmente conhecido com o ponto de não-retorno — a fronteira teórica ao redor de um buraco negro a partir da qual a força da gravidade é tão forte que, nada, nem mesmo a luz, pode escapar, pois a sua velocidade é inferior à velocidade de escape do buraco negro) perto do buraco negro que fica no centro da nossa Galáxia, apoiada pelo interferômetro EHT.

Asteroide no espaço - Sputnik Brasil
Asteroides misteriosos: cientistas encontram restos de planeta morto na órbita de Marte
Nota-se que os observatórios espaciais da Espanha, Califórnia, Arizona, Havaí e ainda o localizado no Polo sul da Terra irão participar do projeto. Quando os cientistas unirem poderes destes telescópios, a resolução recebida excederá sensibilidade do telescópio Hubble em mil vezes, permitindo, assim, alcançar o objetivo principal do projeto de se aproximar do horizonte de eventos do buraco negro Sgr A*, localizado no centro da Via Láctea, e de estudar detalhadamente suas características.

© Foto / PixabayBuraco negro
Buraco negro - Sputnik Brasil
Buraco negro

Entretanto, em abril do ano passado, os cientistas informaram sobre suas observações realizadas e êxitos atingidos. Segundo eles, o EHT conseguiu se aproximar muito do horizonte de eventos do "nosso" buraco negro e atingir o recorde de precisão que, quando comparado a observações anteriores, aperfeiçoou-se 10 vezes. Além disso, em dezembro do ano passado, os cientistas conseguiram medir o poder dos campos magnéticos nos arredores do Sgr A*.

Radiotelescópio - Sputnik Brasil
Cientistas captam sinais de rádio inéditos provenientes do espaço
Atualmente, tais observações do horizonte de eventos do Sgr A* são possíveis graças à participação do maior radiotelescópio do mundo — observatório espacial do ALMA (Atacama Large Millimeter Array), localizado no Chile, destacou o astrônomo do Instituto Tecnológico de Massachusetts, Geoff Crew.

Ao mesmo tempo, além do horizonte de eventos do Sgr A*, os cientistas tentam receber imagens dos arredores do buraco negro que fica no centro da galáxia vizinha, M87.

Mas os cientistas não conseguirão resultados da pesquisa imediatamente, pois todos os dados recebidos pelos telescópios do projeto EHT serão enviados para o Instituto Tecnológico de Massachusetts para análise. Destaca-se ser quase impossível enviar toda essas informações por Internet, pois seu peso atinge alguns petabytes. Por essa razão, serão gravadas em discos rígidos e transportadas para os EUA em um avião.

Espera-se que as imagens sejam bastante precisas para verificação das principais teses da Teoria da relatividade, descrevendo o funcionamento de buracos negros e, provavelmente, entendendo por que eles não seguem as leis da física quântica.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала