Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Protesto não autorizado contra corrupção termina com 500 detidos em Moscou

© Sputnik / Ramil Sitdikov / Abrir o banco de imagensProtesto contra corrupção em Moscou
Protesto contra corrupção em Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga no
A polícia russa deteve cerca de 500 pessoas durante uma manifestação não autorizada no centro de Moscou neste domingo (26), segundo informou o Ministério do Interior da Rússia em comunicado.

"Os policiais e a Guarda Nacional da Rússia detiveram cerca de 500 pessoas durante o evento público não autorizado no centro de Moscou", disse o comunicado da pasta, acrescentando que os detidos serão transferidos para os departamentos de polícia territorial para a elaboração de protocolos sobre violações administrativas.

Presidente russo Vladimir Putin durante um encontro no Kremlin, Moscou, Rússia, 15 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Putin exonera ministro da Economia Ulyukaev após acusações de suborno
De acordo com o Ministério do Interior russo, um policial foi ferido depois de ter sido atingido na cabeça por um dos manifestantes.

O editor-chefe do LifeNews, Anatoly Suleymanov, disse à Sputnik que um fotógrafo do portal de notícias  sofreu ferimentos na cabeça depois de ter sido atingido por uma garrafa jogada por um dos participantes do evento.

No início do dia, a polícia estimou o número de manifestantes entre 7.000 e 8.000.

Outros protestos também estão ocorrendo em São Petersburgo e em algumas outras cidades russas.

The stand of the Russian Federal Space Agency (Roscosmos). (File) - Sputnik Brasil
Diretor executivo da Roscosmos foi preso e acusado de corrupção
​As autoridades de Moscou rejeitaram o pedido do ativista da oposição Aleksei Navalny e não autorizaram o comício anticorrupção no centro da cidade, propondo aos ativistas que realizassem a manifestação em outros distritos da capital. Representantes das autoridades moscovitas disseram à Sputnik que Navalny havia recusado a oferta.

O Ministério do Interior divulgou um aviso oficial aos cidadãos pedindo a todos os residentes de Moscou que se abstivessem de participar do evento não autorizado, e disse que havia avisado os organizadores do evento que eles seriam responsáveis pela segurança das pessoas que decidissem participar do ato.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала