Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

'Nem um passo atrás': radicais não planejam levantar bloqueio de Donbass

© Sputnik / Aleksei VovkRadicais ucranianos durante protestos em Kiev, 22 de fevereiro, 2017
Radicais ucranianos durante protestos em Kiev, 22 de fevereiro, 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os organizadores do bloqueio econômico de Donbass declararam que este continuará até sejam cumpridas suas principais exigências.

"O estado-maior do bloqueio do comércio com os ocupantes lembra que o bloqueio por parte dos patriotas e veteranos da guerra, pela independência e sociedade civil, continuará até que os prisioneiros sejam liberados e seja aprovada a lei ‘dos territórios ocupados'. Nem um passo atrás!", informa o estado-maior na sua página no Facebook.

Radicais ucranianos, participantes do bloqueio, na estação de Krivoy Torets, na região de Donetsk, 27 de fevereiro de 2017 - Sputnik Brasil
Opinião: Bloqueio de Donbass acabou com ideia da reunificação da Ucrânia
Anteriormente, o Concelho de Segurança Nacional da Ucrânia havia deliberado suspender o transporte de mercadorias com os territórios não controlados por Kiev. O governo ucraniano explicou que esse passo é necessário para "proteger os interesses nacionais da Ucrânia devido ao agravamento da situação na zona de conflito". O premiê francês, Jean-Marc Ayrault, e representantes do Departamento de Estado dos EUA se manifestaram a favor do levantamento do bloqueio de Donbass o mais rápido possível.

Algum tempo depois o presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, reconheceu ter sido enganado pelos organizadores do bloqueio e que a Ucrânia perdeu toda sua influência em Donbass devido às restrições.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала