Daesh jogou centenas de cadáveres perto de Mossul entre 2014 e 2015

© REUTERS / Youssef BoudlalSinais do Daesh foram pintados no bairro de Bad el Beid durante a batalha entre as forças do Iraque e os terroristas, Mossul, Iraque, 18 de março de 2018
Sinais do Daesh foram pintados no bairro de Bad el Beid durante a batalha entre as forças do Iraque e os terroristas, Mossul, Iraque, 18 de março de 2018 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Daesh – organização terrorista proibida na Rússia – provavelmente executou centenas de detidos entre 2014 e 2015, abandonando seus corpos em buracos a oito quilômetros de Mossul ocidental, cidade iraquiana, informa o comunicado de Human Rights Watch (HRW) publicado na quarta-feira (22).

Prédios destruidos após ataque aéreo da coalizão internacional liderada pelos EUA na Síria - Sputnik Brasil
Dezenas de pessoas são vítimas de ataque aéreo contra escola a oeste de Raqqa
O comunicado relatou que o Daesh solicitou que as autoridades iraquianas marcassem o local e criassem um memorial.

O Daesh executou e abandonou cadáveres de centenas de pessoas em um local perto de Mossul. Muitas testemunhas disseram à Human Rights Watch que os corpos, incluindo os dos membros das forças de segurança do Iraque, foram deixados nos buracos de Khafsa, a cerca de oito quilômetros ao sul de Mossul ocidental, revela a organização.

"Caso a exumação seja possível de fazer-se, deverá ser realizada de acordo com os padrões internacionais", afirmou.

As forças governamentais iraquianas, chefiadas pela coalizão internacional liderada pelos EUA, estão atualmente conduzindo uma operação no intuito de libertar Mossul dos terroristas. A parte oriental da cidade foi limpa em janeiro deste ano.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала