Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

CNN acusou funcionários de Trump de ‘coordenar com a Rússia’ informações sobre Clinton

© AFP 2021 / L.E. BASKOW Republican presidential candidate businessman Donald Trump speaks with the media in the Spin Room following the Republican Presidential Debate, hosted by CNN, at The Venetian Las Vegas on December 15, 2015 in Las Vegas, Nevada
Republican presidential candidate businessman Donald Trump speaks with the media in the Spin Room following the Republican Presidential Debate, hosted by CNN, at The Venetian Las Vegas on December 15, 2015 in Las Vegas, Nevada - Sputnik Brasil
Nos siga no
A emissora CNN, citando fontes anônimas, acusou funcionários do presidente dos EUA, Donald Trump, de “coordenar com a Rússia” a publicação de informação prejudicial à ex-candidata presidencial, Hillary Clinton.

Representantes da mídia dos EUA perto do Capitólio na época de preparativos para cerimônia da posse de Donald Trump, 20 de janeiro de 2017 - Sputnik Brasil
'Piada': Oposição de Trump contra CNN e NYT continua
“FBI possui informações que indicam que os funcionários do presidente Donald Trump mantinham contatos com supostos agentes russos para, possivelmente, coordenar a divulgação de informações prejudiciais à campanha de Hillary Clinton, segundo informaram à CNN oficiais do governo dos EUA”, afirmou a emissora.  

Segundo a TV, FBI possui informações da inteligência sobre o ocorrido, com documentos, gravações de conversas telefônicas e mensagens sobre encontros presenciais. “A informação despertou as suspeitas dos funcionários da contrainteligência do FBI de que poderia estar acontecendo uma coordenação, apesar dos oficiais alertarem que a informação ainda é inconclusiva e que as investigações continuam”, ponderou a emissora. 

Donald Trump, durante o debate presidencial do Partido Republicano, sediado pelo CNN - Sputnik Brasil
CNN acusa: 'Assessores de Trump estiveram em contato com russos durante toda a campanha'
Assim como em matérias anteriores sobre o tema, CNN citou fontes anônimas e não apresentou provas, nem nomes dos supostos envolvidos. 

A Rússia, de forma reiterada, negou as acusações da inteligência norte-americana de ter tentado influenciar o resultado das eleições nos EUA. As informações sobre suposta comunicação entre a campanha de Trump e agentes dos serviços secretos russos foram classificadas de por Kremlin de “infundadas”. A Casa Branca também negou as acusações.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала