Um dos favoritos nas eleições presidenciais na França apela à retórica antirrussa

Nos siga noTelegram
A França não deve se aproximar da Rússia e precisa de mais independência em sua política externa, disse o candidato presidencial francês, Emmanuel Macron.

Ex-ministro da Economia e candidato independente à presidência francesa, Emmanuel Macron - Sputnik Brasil
Macron diz que vitória de Rutte na Holanda mostra que os extremistas podem ser derrotados
"Temos uma longa história com os Estados Unidos. Juntos fomos construindo a paz no planeta… Hoje eu gostaria de propor mais independência. Não se aproximar do presidente russo Vladimir Putin”, disse Macron durante um debate presidencial, transmitido pela TF1 nesta segunda-feira, enfatizando a necessidade de cooperar com os países europeus.

Cinco candidatos presidenciais, incluindo Macron, a líder do partido Frente Nacional, Marine Le Pen, o candidato republicano, François Fillon, o líder socialista, Benoit Hamon, e o líder do movimento político de esquerda La France Insoumise, Jean- Luc Melenchon, participaram do primeiro dos três debates televisivos que antecedem o primeiro turno das eleições presidenciais de 23 de abril.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала