Kremlin: Putin não se arrepende da reintegração da Crimeia e a faria de novo

© Sputnik / Vasily Batanov / Abrir o banco de imagensCrimeia comemora a reunificação com a Rússia
Crimeia comemora a reunificação com a Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Vladimir Putin, presidente da Rússia, continua a supervisionar pessoalmente a situação em torno da Crimeia e não mudaria suas decisões, se o tivesse que fazer, disse Dmitry Peskov, porta-voz do presidente russo.

"Ele [Putin] mantinha e continua mantendo a ‘história da Crimeia' sob sua supervisão pessoal…estou seguro que ele faria mais uma vez o que já fez, tomaria as mesmas decisões que tomou e assumiria a responsabilidade que assumiu", declarou Peskov em uma entrevista para o canal RBK.

Presidente russo Vladimir Putin participa da cerimônia de condecoração, Kremlin, Rússia, 12 de junho de 2016 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
'Putin deve ser presidente por toda a vida'
Contudo ele confessou que, provavelmente, todo o processo de reintegração podia ter sido realizado com mais eficácia, nomeadamente no que toca ao financiamento da melhoria das condições de vida na península, e que presidente da Rússia se dá conta disso.

No sábado a Crimeia festejou os três anos de reintegração na Rússia. Crimeia e Sebastopol voltaram a fazer parte do território da Federação Russa após o referendo de 16 de março de 2014, em que a maioria esmagadora da população votou a favor da reunificação com a Rússia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала