Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Radicais ucranianos pressionam Poroshenko

© AP Photo / Alexander ZemlianichenkoPresidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko
Presidente da Ucrânia Pyotr Poroshenko - Sputnik Brasil
Nos siga no
Ativistas radicais do movimento de direita Avtomaidan tencionam visitar o presidente da Ucrânia exigindo-lhe que proíba o comércio com a região de Donbass, declarou o representante da organização, Igor Vasiliv.

Na segunda-feira (13) organizadores do bloqueio comercial informaram terem sido expulsos do posto de controle da estação ferroviária de Krivoy Torets (região de Donetsk). Arseny Avakov, ministro do Interior ucraniano, explicou que serviços de segurança ucranianos tinham detido mais de 40 pessoas porque elas se recusaram de entregar as armas.

Mais tarde a polícia informou que todos foram libertados. Mas os partidários do bloqueio de Donbass estão organizando desde segunda feira comícios em Kiev e outras partes do país.

Situação atual em Donetsk (fevereiro de 2017) - Sputnik Brasil
Embaixador da UE em Kiev critica bloqueio comercial de Donbass
"Planejamos visitar Pyotr Poroshenko no sábado e domingo. Todas as células da Avtomaidan de todas partes do país se juntarão. Queremos apelar ao presidente para que ele abra os olhos à situação na Ucrânia, em primeiro lugar, levá-lo a tomar consciência que fazer negócios com o inimigo é amoral, segundo, queremos voltar a discutir o assunto dos nossos prisioneiros que estão nos porões [em Donbass], disse Igor Vasilev à agencia ucraniana ZIK.

No fim de janeiro, antigos participantes do conflito em Donbass, inclusive deputados da Suprema Rada (parlamento ucraniano), bloquearam as ligações ferroviárias de mercadorias com o território de Donbass não controlado por Kiev. Eles declararam que todo tipo de comércio com as repúblicas autoproclamadas é ilegal.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала