Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Pesquisa revela que Deserto do Saara foi criado por humanos antigos

© AFP 2021 / HOCINE ZAOURADeserto do Saara
Deserto do Saara - Sputnik Brasil
Nos siga no
Nova pesquisa realizada por arqueólogos da Universidade Nacional de Seul, na Coreia do Sul, sugere que o território do Deserto do Saara anteriormente era verde e húmido, mas secou em resultado da atividade de humanos antigos. O desenvolvimento da agricultura esgotou as plantas do Saara e tornou essa região em um deserto, diz o documento.

Navios militares de Taiwan - Sputnik Brasil
Taiwan denuncia maior ameaça militar da China
Já há muito tempo, é sabido pelos cientistas que o massivo Deserto do Saara antes era um lugar verdejante cheio de vida. Mas, cerca de 6.000 anos atrás, quando as chuvas pararam de cair na região, o deserto apareceu.

Nos últimos anos, os cientistas vêm tentando revelar a causa exata das mudanças meteorológicas porque, segundo eles, tais informações poderiam ajudar a entender a história do clima da Terra, bem como a evolução da civilização humana na região.

Segundo uma pesquisa realizada em 1997, as mudanças aconteceram naturalmente pelo afastamento das geleiras e até hoje tal sugestão é considerada a mais aceita.

Ao mesmo tempo, segundo o documento publicado pelo arqueólogo David Wright, o território do Deserto do Saara secou em resultado de atividade humana. Há cerca de 8.000 anos, os humanos inventaram a agricultura, construíram fazendas e domesticaram animais, passando a consumir muitas plantas o que provocou a diminuição da vegetação no Saara, destacou o arqueólogo.

Os R$ 12 milhões estavam escondidos em malas dentro de dois carros na favela do Caju, na Zona Norte do Rio - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Polícia investiga descoberta de 40 milhões em bolívares venezuelanos em favela do Rio
Conforme David Wright, as plantas não somente participam da produção de oxigênio, mas também resfriam a Terra.  À medida que a paisagem perdeu vegetação, aumentou o efeito de albedo, a quantidade de luz solar refletida pela superfície da Terra, o que fez diminuir a precipitação, e por sua vez, reduziu ainda mais a vegetação.

Assim, os humanos antigos juntaram suas coisas e partiram para o Egito e Suméria, dando início às primeiras civilizações complexas.

David Wright planeja continuar investigando a região abaixo do deserto a fim de resgatar vestígios de lagos, vegetação e atividade humana.

O cientista também acrescentou que se os humanos antigos foram os responsáveis por tão grandioso impacto ao clima, é terrível imaginar o que será capaz de fazer com o planeta uma civilização mais populosa e avançada, como a nossa.

"A nossas atividades, que mudam sistemas ecológicos, têm um impacto direito à sobrevivência futura da humanidade em ambientes áridos", concluiu.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала