Colômbia aprova criação de tribunal especial para julgar crimes de guerra

© REUTERS / Felipe CaicedoManifestação pela paz em Bogotá, Colômbia
Manifestação pela paz em Bogotá, Colômbia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Senado da Colômbia aprovou nesta segunda-feira uma reforma constitucional que criará tribunais especiais para crimes de guerra, um componente chave do histórico acordo de paz alcançado entre o governo e a guerrilha das FARC, após cinco décadas de conflito armado.

O anúncio foi feito via Twitter pelo Senado colombiano após o debate e a votação da chamada Jurisdição Especial para a Paz (JEP). 

Amazonia (archivo) - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Possível aliança entre dissidentes das FARC e facções do crime preocupa Brasil e Colômbia
O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, ganhou o Prêmio Nobel da Paz em outubro por seus esforços para acabar com o conflito em seu país, que envolveu grupos rebeldes de esquerda, unidades paramilitares de direita, cartéis de drogas e o exército.

A JEP se encarregará de investigar, condenar e punir os responsáveis pelos crimes mais graves cometidos durante a guerra, como genocídio, sequestro, desaparecimento forçado, tortura, deslocamento forçado, violência sexual, prostituição forçada e escravidão sexual, entre outros.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала