Opinião: Pentágono teme aumento da influência russa no norte da África

© Sputnik / Grigoriy Sisoev / Abrir o banco de imagensKremlin, Moscou
Kremlin, Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Especialista militar fala à Sputnik sobre a preocupação dos EUA com os contatos cada vez mais estreitos entre a Rússia e as autoridades líbias.

A inquietude do Departamento de Defesa dos EUA em relação aos contatos cada vez mais frequentes entre a Rússia e os políticos e militares líbios se deve ao fato de que Washington está perdendo o controle da situação no norte da África e teme o aumento da influência russa na região. Quem afirma é o especialista militar russo, Igor Korotchenko, diretor da revista "Natsionalnaya Oborona" (defesa nacional, em português) em entrevista à Sputnik. 

Forças líbias leais ao governo apoiado pela ONU se preparam para tomar prédios universitários durante uma batalha contra militantes do Daesh em Sirte, Líbia, 10 de agosto, 2016. - Sputnik Brasil
Guerra esquecida na Líbia 'não desapareceu e pode reiniciar a qualquer momento'
Korotchenko se referiu às declarações do chefe do Comando Militar dos Estados Unidos na África (Africom), o tenente-general Thomas Waldhauser, que havia expressado "preocupação" pelos contatos entre os políticos e militares líbios com representantes russos. 

"O Pentágono está preocupado porque entende que está perdendo o controle sobre os processos políticos e militares no norte da África e Oriente Médio", disse o especialista russo. 

Em sua opinião, as declarações de comandantes militares norte-americanos são de natureza "cíclica" porque a Rússia coopera na Líbia com as forças responsáveis no país para que acabe a guerra e seja restabelecida a ordem.

"Os contatos entre os militares russos e a Líbia buscam promover um amplo diálogo sobre segurança e contribuir para a estabilização no país norte-africano", disse Korotchenko.

Segundo ele, como resultado, melhoraria a situação não só na região, mas também em países europeus atingidos pela crise de imigração no Oriente Médio e na África. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала