Avante: Tropas do Iraque retomam sede governamental em Mossul

© REUTERS / Zohra BensemraMembros das forças de resposta rápida iraquianas disparam um míssil contra militantes do Daesh durante uma batalha no sul da cidade de Mossul, Iraque, 19 de fevereiro de 2017
Membros das forças de resposta rápida iraquianas disparam um míssil contra militantes do Daesh durante uma batalha no sul da cidade de Mossul, Iraque, 19 de fevereiro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As forças iraquianas anunciaram nesta terça-feira (7) a recaptura da sede do governo provincial em Mossul, bem como de um famoso museu local, em meio a progressos constantes na ofensiva contra os jihadistas do Daesh pelo controle do oeste da cidade.

Crianças refugiadas iraquianas, que fugiram de Mossul devido à luta permanente entre as forças iraquianas e os jihadistas do Daesh, em uma rua da aldeia de Gogjali, 2 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Número de deslocados em Mossul já ultrapassa 200 mil
Os avanços, que também incluíram a recaptura de três bairros da região, foram anunciados no terceiro dia de uma renovada ofensiva do exército iraquiano contra o grupo terrorista no oeste de Mossul – o maior reduto urbano ainda controlado pelo autodenominado Estado Islâmico.

Com o apoio de bombardeios da coalizão liderada pelos EUA, as forças iraquianas começaram a campanha por Mossul ocidental em 19 de fevereiro. O avanço das tropas se desacelerou durante vários dias de mau tempo, mas foi renovado no último domingo (5).

As vitórias mais recentes levaram as forças do governo mais para perto do densamente povoado centro histórico de Mossul, onde se acredita haver centenas de milhares de civis ainda sitiados sob o regime jihadista.

O Comando de Operações Conjuntas do Iraque disse que a polícia federal e a Divisão de Resposta Rápida de elite conseguiram "liberar" a sede do governo provincial de Nínive na cidade e retomar o controle da ponte de Al-Hurriyah, em um passo importante para ligar o oeste de Mossul com o leste da cidade, já liberado anteriormente pelas tropas do governo.

Bandeira do Daesh no zona do conflito - Sputnik Brasil
Mídia: líder do Daesh reconhece derrota
Todas as pontes que atravessam o Tigre em Mossul foram danificadas ou destruídas, e as forças iraquianas precisarão repará-las ou instalar pontes flutuantes para reconectar as duas margens do rio que divide a cidade.

Também foi anunciado que as forças de segurança conseguiram recapturar o museu de Mossul, onde os jihadistas destruíram artefatos de valor inestimável.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала