Soldado russo morre perto de Palmira durante ofensiva terrorista contra o exército sírio

© Sputnik / Mikhail Alaeddin / Abrir o banco de imagensPalmira volta a ser controlada pelas tropas governamentais sírias, em 2 de março de 2017
Palmira volta a ser controlada pelas tropas governamentais sírias, em 2 de março de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O soldado foi morto em 2 de março, segundo informou o Ministério da Defesa da Rússia nesta segunda-feira (6).

Segundo a pasta, Artem Gorbunov morreu durante uma ofensiva terrorista contra posições do exército sírio, onde estavam presentes conselheiros militares russos.

"Artem Gorbunov morreu em 2 de março perto de Palmira enquanto repelia as tentativas dos terroristas do Daesh de avançar sobre as posições de tropas [governamentais] sírias, onde estavam presentes conselheiros militares russos".

Em 2 de março, o exército sírio, apoiado pelos aviões militares russos em operação no país árabe, recuperou o controle sobre a antiga cidade de Palmira.

Anfiteatro na parte histórica de Palmira, Síria, 28 de março de 2016 - Sputnik Brasil
Músicos sírios cantam no antigo anfiteatro de Palmira reconquistada (VÍDEO)
O Daesh, autodenominado Estado Islâmico, capturou a cidade pela primeira vez em maio de 2015. Nos dez meses que se seguiram, o grupo terrorista, notório por suas práticas brutais de destruição de patrimônios culturais pré-islâmicos, derrubou o Templo de Bel, o Templo de Baalshamin, o Arco Monumental e várias torres de sepulturas. Alguns dos artefatos de valor inestimável expostos em um museu local foram esmagados ou desfigurados pelos jihadistas.

O Exército Árabe Sírio, auxiliado pela aviação de guerra da Rússia e seus aliados, retomou o controle sobre Palmira em 27 de março de 2016, mas perdeu a cidade de novo em 11 de dezembro. O Daesh destruiu então parte de um teatro romano da antiga cidade, usando-o para conduzir execuções em massa.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала