Somália: 110 morreram de fome nas últimas 48 horas

© flickr.com / UN Photo/Stuart PriceUma mulher segurando um bebê espera por comida em um campo para desabrigados perto de Mogadíscio, Somália (Arquivo)
Uma mulher segurando um bebê espera por comida em um campo para desabrigados perto de Mogadíscio, Somália (Arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O governo da Somália afirmou hoje que pelo menos 110 pessoas morreram de fome em uma região do país nas últimas 48 horas em decorrência da seca que atinge milhões de somalis.

O balanço de mortos, anunciado pelo primeiro-ministro Hassan Ali Khaire durante uma reunião do Comitê Nacional da Seca, se refere apenas à região de Bay, no sul do país, segundo a Associated Press.

"(Hassan Ali Khaire) presidiu uma reunião muito produtiva e informativa com o Comitê Nacional da Seca. Respostas urgentes são fundamentais para salvar vidas", informou o Twitter oficial do premier. 

A falta de água na Somália foi declarada um desastre nacional na última terça-feira. De acordo com as Nações Unidas, cerca de cinco milhões de pessoas necessitam de socorro por conta da seca no país. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала