Contagem oficial dos votos no Equador termina e país terá 2º turno

Nos siga noTelegram
O Conselho Nacional Eleitoral de Equador (CNE) confirmou que o país terá um segundo turno no próximo 2 de abril, data em que o governista Lenin Moreno e o opositor Guillermo Lasso disputarão a presidência da República.

"Com o "99,5% dos votos contados para os cargos de presidente e vice-presidente, posso informar o país que no domingo, 2 de abril, o segundo turno das eleições será realizado", disse o presidente do Conselho, Juan Pablo Pozo em rede TV nacional.

Lenin Moreno, presidential candidate from the ruling PAIS Alliance Party, gives a speech during his closing campaign rally in Guayaquil, Ecuador - Sputnik Brasil
Boca de urna dá vitória ao esquerdista Lenín Moreno no 1º turno das eleições equatorianas
Lenín Moreno ganhou 39,35% dos votos, enquanto o banqueiro Lasso obteve 28,11%.

Pozo disse que a partir de quinta-feira, o Equador vai começar o planejamento técnico e logístico para o 2º turno e afirmou que a entidade continuará a trabalhar "em estrita conformidade com a Constituição" para respeitar "a vontade do povo equatoriano".

Após o anúncio, os apoiantes de Lasso fizeram vigília nas imediações da CNE para "defender o voto" e se mostraram satisfeitos e entusiasmados com a notícia.

Mais cedo, o presidente Rafael Correa reconheceu a jornalistas internacionais que haveria segundo turno, mas advertiu que "seu partido vai ganhar de qualquer maneira".

Os resultados oficiais ainda estão pendentes até que a contagem esteja concluída.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала