Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

NASA planeja enviar pessoas para o espaço

© flickr.com / NASA Goddard Space Flight CenterHubble da NASA mostra que Via Láctea tem colisão frontal como seu destino
Hubble da NASA mostra que Via Láctea tem colisão frontal como seu destino - Sputnik Brasil
Nos siga no
Agência aeroespacial norte-americana, NASA, vai estudar a possibilidade de enviar pessoas para o espaço já na primeira missão de teste do foguete portador pesado em construção SLS (Space Launch System) e da nave espacial tripulada Orion, relata o portal Spacenews se referindo à declaração do chefe interino da agência, Robert Lightfoot.

Anteriormente, foi relatado que o primeiro voo de teste do novo foguete será realizado em setembro de 2018, sem nave tripulada, e que apenas o segundo voo, previsto para 2021, estaria planejado com tripulação.

A edição assinala que originalmente estava previsto que, quando fosse realizado o primeiro voo de teste do foguete portador, o sistema de suporte de vida da tripulação da nave não estaria totalmente pronto.

"Estou ciente das dificuldades associadas a esta proposta, incluindo a fundamentação técnica, a necessidade de recursos adicionais e, obviamente, o trabalho adicional exigirá outros prazos de lançamento", diz a ordem de serviço do chefe interino da agência. Segundo seus cálculos, o lançamento da missão tripulada pode ser aprazado para um momento posterior em 2018, provavelmente para novembro. No entanto, os especialistas acreditam que é mais provável que isso aconteça em 2019-2020.

Imagem artística mostra o rover desembarcando após pouso seguro em Marte. Cientistas de Pasadena ouviram um sinal da sonda espacial norte-americana Spirit em 3 de janeiro de 2004, cerca de 20 minutos depois de ela pousar em Marte - Sputnik Brasil
Próximo rover de Marte da NASA pode se tornar vizinho do 'adormecido' rover Spirit
Para o reinício de voos tripulados, os Estados Unidos estão construindo a nave espacial polivalente Orion. Segundo afirmou a Lockheed Martin, a empresa desenvolvedora, em relação à possível mudança de planos, a empresa está pronta para "acelerar o desenvolvimento dos elementos em falta do sistema de equipamento da cabina da tripulação, bem como as eventuais dificuldades técnicas ou relacionadas com o prazo, bem como as formas de ultrapassa-las".

Segundo afirma a representante do programa Orion, Allison Miller, a empresa "vai apoiar a NASA no estudo da possibilidade de realização do primeiro voo de teste com tripulação".

O novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ainda não indicou nenhum candidato para o cargo de chefe da agência espacial, mas Charles Bolden, que chefiava a NASA nomeado pelo presidente Barack Obama, deixou o cargo em 20 de janeiro e no departamento está atualmente trabalhando a equipe de transição da nova administração. Robert Lightfoot, que era anteriormente vice-chefe da NASA, é o chefe interino da agência.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала