Apagão de serviços: Imigrantes prometem 'paralisação geral' amanhã nos EUA

© AFP 2022 / Mark Ralston / GETTY IMAGES NORTH AMERICAMembros da União de direitos dos imigrantes exibem um gigante boneco de ar de Donald Trump, durante protesto em Los Angeles, Califórnia, em 1 de maio de 2016
Membros da União de direitos dos imigrantes exibem um gigante boneco de ar de Donald Trump, durante protesto em Los Angeles, Califórnia, em 1 de maio de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Em protesto contra medidas anti-imigração, imigrantes prometem paralisação geral nesta quinta (16). Estrangeiros dizem que não vão sair de casa, evitarão fazer compras e não abrirão seus negócios, de modo a mostrar o impacto que a ausência deles pode causar ao cotidiano do povo americano.

Protestos contra ações da polícia em Nova York - Sputnik Brasil
Centenas de imigrantes ilegais são detidos em todo os EUA
O protesto acontece uma semana depois de 680 imigrantes sem visto serem detidos e deportados por uma operação coordenada em seis estados americanos. Nas palavras do secretário de Segurança Interna, John Kelly, eles representavam "ameaça à segurança pública" do país.

Cerca de 8 milhões dos 11,1 milhões de imigrantes ilegais nos EUA estão no mercado de trabalho.

A paralisação de amanhã pode trazer prejuízos vultuosos, sobretudo no setor de restaurantes: segundo o Dow Jones, cerca de 25% da força produtiva nesta área são de imigrantes indocumentados. Em números gerais, o índice é de 18,5%.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала