Dirigente de Donetsk indica motivos da Ucrânia ao escalar conflito em Donbass

© AFP 2022 / Aleksey FILIPPOVTanque ucraniano na cidade de Avdeevka, Ucrânia
Tanque ucraniano na cidade de Avdeevka, Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Eduard Basurin, vice-chefe do comando operacional da república autoproclamada de Donetsk indicou as causas principais do recomeço dos combates em Donbass e da atual posição de Kiev.

O motivo principal são as contradições internas da própria Ucrânia. Outra causa é a mudança na política internacional que poderá levar a que Ocidente deixe de apoiar Kiev.

A tensão em Donbass aumentou nos últimos dias de janeiro, quando as repúblicas não reconhecidas de Donetsk e Lugansk relataram ataques realizados por parte do exército ucraniano. Hoje em dia a situação no Leste da Ucrânia permanece grave, as partes do conflito denunciam diariamente violações do regime do cessar-fogo.

Lançamento do sistema de mísseis táticos Tochka-U (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Investigadores russos obtêm provas de que Kiev usa mísseis táticos em Donbass
"Em primeiro lugar são contradições internas da própria Ucrânia. Os radicais querem subir ao poder devido ao descontentamento com a política de Poroshenko…Mas, não se pode deixar de levar em consideração a mudanças na política internacional — a tomada de posse de Donald Trump. Para além disso, o fato do mandato de Hollande estar chegando ao fim. Tudo isto significa que Kiev ficará a sós com seus problemas. Muito provavelmente não haverá mais apoio dos EUA ou da Europa. Por isso, autoridades ucranianas fazem tudo para agravar a situação", disse Basurin em uma entrevista para edição Izvestia.

Ele também acrescentou que Kiev usa situação em Donbass para desviar a atenção dos problemas econômicos internos da Ucrânia.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала