Extraterrestres na Terra: será que DNA de polvo é de origem alienígena?

© Foto / Morten BrekkevoldA new study shows how the blood of an octopus is especially suited not only for freezing waters, but can also adjust to warmer waves.
A new study shows how the blood of an octopus is especially suited not only for freezing waters, but can also adjust to warmer waves. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um grupo de pesquisadores da Universidade de Chicago, nos EUA, concluiu que polvos têm natureza alienígena – eis o que aponta um estudo publicado na revista científica Nature.

Polvo no fundo marítimo - Sputnik Brasil
Mergulhadora para almoço: polvo furioso tenta apanhar e engolir um visitante inesperado
Foi descoberto que o genoma do polvo é muito diferente do de outros animais que habitam o nosso planeta. Assim, os cefalópodes possuem mais de 33 mil genes codificadores de proteínas, muito mais que o genoma humano tem.

Segundo um dos autores da pesquisa, Clifton Ragsdale, o sistema nervoso de polvo é o maior entre todos os invertebrados. O seu cérebro é muito bem desenvolvido, até lhe permitindo memorizar e aprender.

Ragsdale conta que "o zoólogo britânico Martin Wells dizia que polvo é de raça alienígena".

Polvo com aparência assustadora - Sputnik Brasil
'Polvo-matador'? Tabloide britânico descreve 'nova arma da Rússia'
"Neste sentido, o nosso trabalho descreve o primeiro genoma sequenciado de um extraterrestre", afirma o cientista.

Os biólogos especializados em vida marinha apontam que o genoma de polvo pode ter sido transformado por uma força externa. Os genes do polvo são capazes de se reorganizar, embora sua função seja desconhecida.

Os pesquisadores dos EUA pretendem usar os resultados do estudo para as próximas pesquisas a fim de desvendar mais fatos sobre funcionamento dos mecanismos genéticos nos cefalópodos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала