OSCE: 'Número de violações à trégua em Donbass é inadmissivelmente alto'

© Sputnik / Igor Maslov / Abrir o banco de imagensOSCE inspectors examine the territory of the Donetsk filter plant, situated on the contact line between Yasinovataya and Avdeyevka in Donbass, which was heavily shelled by the Ukrainian army
OSCE inspectors examine the territory of the Donetsk filter plant, situated on the contact line between Yasinovataya and Avdeyevka in Donbass, which was heavily shelled by the Ukrainian army - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoridades europeias têm reagido com preocupação quanto à escalada militar no conflito de Donbass, na Ucrânia. Neste sábado, foi a vez do vice-coordenador da missão especial da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) na Ucrânia se manifestar sobre o tema.

Segundo Alexander Hug, embora a situação tenha melhorado sensivelmente, ainda há motivos para se manter alerto.

"A quantidade de violações diminuiu nos últimos dias, mas continua sendo inadmissivelmente elevada", afirmou, informando ainda que desde o dia 29 de janeiro até a última quinta-feira (9), nove civis morreram e outros 41 ficaram feridos em decorrência do conflito.

Ukrainian President Petro Poroshenko - Sputnik Brasil
Poroshenko elogia testes de novo míssil ucraniano (VÍDEO)
Enquanto isso, relatos de violações de direitos civis e humanos não param de chegar da Ucrânia. Na manhã de hoje, moradores de Lugansk relataram que tiveram suas casas invadidas por militares ucranianos.

De acordo com o representante oficial da milícia da república autoproclamada de Lugansk, já foram reportadas 15 denúncias de pilhagem e ocupação indevida de residências civis por forças governamentais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала