Casa Branca investiga vazamentos de conversas de Trump com líderes estrangeiros

© REUTERS / Jonathan ErnstPresidente dos EUA, Donald Trump, conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, 28 de janeiro de 2017
Presidente dos EUA, Donald Trump, conversa por telefone com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, 28 de janeiro de 2017 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A administração dos EUA está investigando como a mídia soube das conversas telefônicas entre o presidente Donald Trump e líderes estrangeiros, afirmou o representante oficial da Casa Branca, Sean Spicer.

"Estamos investigando a situação, é alarmante", cita o representante o jornal The Hill. Segundo ele, "alguns dos vazamentos são uma violação evidente das normas e das leis".

Presidente eleito dos EUA, Donald Trump, ao telefone, em visita a uma empresa de call center de Asheville, Carolina do Norte, durante campanha - Sputnik Brasil
Em conversa telefônica com Xi Jinping, Trump concorda em seguir princípio da 'China única'
Sean Spicer não detalhou que tipo de investigação está sendo realizado. Ao mesmo tempo, ele destacou que o chefe de Estado está pessoalmente preocupado com a situação. "Com certeza, ele está preocupado. O próprio fato de que ele não pode travar conversações sem vazamentos é alarmante", disse ele.

Anteriormente, a agência Reuters havia informado que, no decorrer da conversa com o presidente russo Vladimir Putin, Trump declarou que o Tratado de Redução de Armas Estratégicas era "um acordo ruim para os EUA". Falando com jornalistas, Spicer disse que foi uma conversa privada entre dois líderes.

Além disso, a mídia revelou que Trump teria falado de maneira dura com o primeiro-ministro da Austrália e o presidente do México. O presidente desmentiu a informação mais tarde.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала