'Rússia comercia com América Latina sem se importar com ideologia dos seus governos'

© AFP 2022 / Juan MabromataBandeiras de Mercosul
Bandeiras de Mercosul - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia está trabalhando para melhorar suas relações com a América Latina sem apresentar quaisquer julgamentos quanto à ideologia de cada governo, afirmou à Sputnik o embaixador russo no Uruguai, Aleksei Labetsky.

Globo mostra hemisfério oriental - Sputnik Brasil
Qual será papel das alianças com Rússia e China para crescimento da América Latina?
"Com efeito, nós estamos trabalhando na América Latina… É uma região importante do mundo atual multipolar que tem suas características, sua história, seus processos econômicos e políticos… Baseamo-nos em um princípio não ideológico", disse o diplomata à Sputnik Mundo.

Para o embaixador, a região latino-americana é, economicamente falando, um "mercado grande, largo e com particularidades visíveis", e a Rússia está interessada em "iniciar projetos que garantam o bem-estar de ambos os lados".

"Todo o mundo sabe que a Rússia tem posições fortes em vários aspetos, por exemplo, domínio de energia, construção hidroelétrica, exploração de recursos naturais, preparação dos quadros e do material técnico-militar, e estamos abertos para cooperar com todos os parceiros latino-americanos", afirmou Labetsky.

Vale ressaltar que, em dezembro do ano passado, o presidente russo, Vladimir Putin, estabeleceu a nova Doutrina da Política Exterior que, particularmente, aposta no estreitamento dos laços com a América Latina.

O presidente do Conselho de Estado da República de Cuba, Raúl Castro, e o vice-premiê russo, Dmitry Rogozin - Sputnik Brasil
O que significam as viagens de políticos russos à América Latina?
"A Rússia continuará o fortalecimento global das relações com os países da América Latina e do Caribe, levando em consideração o papel crescente desta região nos assuntos de escala internacional", diz-se no documento.

A nova doutrina especifica que o país euroasiático "visará consolidar os vínculos com parceiros latino-americanos no âmbito dos fóruns internacionais e regionais, ampliar a cooperação com as alianças multilaterais e estruturas de integração latino-americanas e caribenhas".

Atualmente, está sendo realizada a maior feira de alimentos de Moscou, Prodexpo, da qual participam várias delegações de muitos países latino-americanos, inclusive o Brasil e o Uruguai.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала