'Problemático' caça F-35 domina os céus, mas por enquanto só na realidade virtual

© AP Photo / Ross D. FranklinCaça norte-americano da quinta geração F-35
Caça norte-americano da quinta geração F-35 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As simulações realistas de batalha em uma base aérea no estado de Nevada demonstraram que o caça multifuncional F-35 norte-americano pode derrubar 15 alvos do inimigo antes dele próprio ser aniquilado.

Durante os respectivos testes, o caça F-35 enfrentou potentes ameaças, inclusive equipes de interferência, mísseis antiaéreos e aviões dos inimigos.

Caça russo MiG-35 durante apresentação em Moscou - Sputnik Brasil
Conheça o caça MiG-35 modernizado: bom, bonito e barato
O F-35 utiliza a tecnologia da realidade virtual para criar uma simulação realista dentro do capacete do piloto, um sistema de informação e logística autônomo dublado pelo centro de controle do caça, uma plataforma de pontaria de mísseis eletro-óptica e um sistema de fusão multi-sensor para "criar uma imagem integrada do campo de batalha".

O sistema de fusão multi-sensor, que faz parte das simulações de combate, conseguiu detectar cada ameaça, por isso que "o F-35 se tornou indispensável", inclusive depois do avião ficar sem munições, afirmam os especialistas. A capacidade de exploração do caça F-35 aumentou significativamente em comparação com o F-22 Raptor e outros modelos que estão no serviço da Força Aérea dos EUA.

"Anteriormente costumávamos utilizar tudo que tínhamos, os F-16, F-15, F-18 e mísseis, para eliminar somente um alvo avançado, costumávamos disparar de tudo só para acabar com esta ameaça", disse o tenente-coronel George Watkins em uma entrevista à edição Aviation Week.

Pilotos de F-35 se tornam objeto de gozação após vídeo publicado nas redes sociais
O militar resumiu que hoje em dia, este avião militar é capaz de "detectar três ou quatro alvos ao mesmo tempo".

Os militares norte-americanos declaram que os F-35 atuam mais efetivamente em dueto com os F-22 Raptor, já que juntos podem "dominar os céus".

Entretanto, o caça furtivo norte-americano F-35 ainda continua tendo centenas de defeitos e problemas e não estará plenamente capaz para realizar as operações de combate antes de 2020, diz-se no recente relatório do Pentágono.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала