Assad: sangue dos soldados russos, mortos na Síria, não pode ser contado como dinheiro

© AP Photo / Vadim SavitskyO corpo do militar russo Aleksandr Prokhorenko, morto durante a operação de liberação da cidade síria de Palmira dos terroristas do Daesh.
O corpo do militar russo Aleksandr Prokhorenko, morto durante a operação de liberação da cidade síria de Palmira dos terroristas do Daesh. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Sangue dos soldados russos, mortos em terras sírias, não pode ser contado como dinheiro, declarou o presidente da Síria, Bashar Assad, durante encontro com legisladores russos.

Combatentes do Exército Livre da Síria toma posição no norte de Aleppo, Síria, 24 de outubro de 2016 - Sputnik Brasil
2.000 soldados turcos e oposicionistas sírios atacam Daesh no norte da Síria
"É claro que o apoio militar é importante. Mas uma gota de sangue de um soldado russo em nossa terra é mais preciosa para nós do que qualquer apoio militar. Esse sangue, o sangue russo que foi derramado no nosso território não pode ser contado como dinheiro", sublinhou o presidente sírio.

Bashar Assad agradeceu à Rússia pelo apoio militar prestado.

Além disso, o presidente sírio reconheceu a importância das negociações, realizadas em Astana, apontando progresso rumo à resolução pacífica.

"Hoje pela primeira vez o presidente da Síria disse que apoia as negociações em Astana, chamando-as de eficientes e benéficas", informou o deputado russo, Dmitry Sablin, aos jornalistas após encontro com Bashar Assad.

Um soldado do Exército Sírio está vigilando as posições dos militantes, a 20 km de Palmira, na Síria - Sputnik Brasil
Terroristas do Daesh incendeiam gasoduto a noroeste de Palmira
Ao mesmo tempo, o presidente da síria expressou sua prontidão para dialogar com oposição armada e com os curdos.

O chefe de Estado frisou que os eventos desenvolvidos no país seguem em conformidade com as vontades de Damasco e de Moscou.

Na segunda-feira (6), a delegação dos deputados russos desembarcou na Síria para negociar com o governo do país questões quanto à resolução pacífica e à estrutura política da República Árabe Síria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала