Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Nova vice-diretora da CIA chefiava prisão secreta onde se praticava tortura

© AFP 2021 / SAUL LOEBCIA
CIA - Sputnik Brasil
Nos siga no
Gina Haspel, nomeada como primeira vice-diretora da Agência Central de Inteligência dos EUA (CIA) no novo governo de Trump, chefiou uma prisão secreta na Tailândia, comunica a Associated Press.

A alta oficial tem trabalhado na CIA ao longo de três décadas e, agora, foi promovida a primeira vice-diretora da agência, sendo que no passado ela chefiou um estabelecimento penitenciário onde dois prisioneiros, os terroristas Abu Zubaydah and Abd al-Rahim al-Nashiri, foram torturados através de uma simulação de afogamento, frisa a AP.

Mike Pompeo - Sputnik Brasil
Senado aprova novo chefe da CIA, que defendeu ‘resposta dura’ à Rússia
Haspel é a primeira mulher a ocupar um posto tão alto na CIA. Segundo assinala a fonte, ainda não se sabe se sua nomeação pode influenciar um eventual reinício do programa de torturas praticado na presidência de George W. Bush e cancelado por seu sucessor, Barack Obama.

Donald Trump, por sua vez, considera a tortura como uma ferramenta legítima de interrogatório, embora o novo chefe do Pentágono, James Mattis, e o diretor da CIA, Mike Pompeo, não o apoiem nesta questão.

O ex-diretor da inteligência nacional, James Clapper, que resignou em janeiro, aprovou a escolha de Trump quanto à nova dirigente.

"O fato de ele ter escolhido uma veterana experiente da agência, respeitada tanto pelos colegas como por aqueles que trabalham fora da entidade, é um ponto a seu favor", afirmou Clapper.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала