Fantasma da guerra: submarino da Alemanha nazista é encontrado no mar perto dos Açores

© Sputnik / Aleksandr Vilf / Abrir o banco de imagensIlha do Faial, no arquipélago dos Açores
Ilha do Faial, no arquipélago dos Açores - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os investigadores alemães encontraram um submarino da época da 2ª Guerra Mundial afundado no Atlântico, perto dos Açores, 75 anos atrás, comunicou a Fundação Rebikoff-Niggeler.

A Fundação Rebikoff-Niggeler foi fundada em 1994 na Ilha do Faial, que faz parte do arquipélago dos Açores. Uma das principais atividades da fundação é o estudo do fundo marítimo. Além dos projetos de pesquisa, a fundação realiza a produção de documentários.

O submarino de mísseis balísticos USS James Madison (SSBN-627) norte-americano - Sputnik Brasil
Documentos da CIA desclassificados revelam incidente que quase provocou 3ª Guerra Mundial
Segundo a entidade, os cientistas alemães Kirsten e Joachim Jakobson encontraram o submarino alemão U-581 em setembro do ano passado a 900 metros de profundidade, perto da Ilha do Pico.

Os destroços do submarino acolhem agora corais de água fria, o local se transformou em um recife artificial a grande profundidade.

A equipe de cientistas examinou o fundo marítimo usando um batiscafo LULA 1000. Esta descoberta atrai o interesse tanto dos historiadores como dos biólogos. Estes últimos poderão investigar como e em que condições se desenvolvem tais recifes.

Há 75 anos, na noite de 1 para 2 de fevereiro de 1942, o submarino entrou no porto da cidade portuguesa de Orta. Junto com outro submarino alemão, ele tinha como objetivo afundar os navios de transporte britânicos, que na época já estavam danificados e planejavam sair do porto de madrugada.

Estátuas de faraó Amenhotep em Luxor - Sputnik Brasil
Arqueólogos japoneses encontram tumba egípcia de 3.000 anos por acaso (FOTOS)
Porém, o submarino alemão foi detectado pelo destróier britânico Westcott, que logo começou a perseguição. A sudoeste da Ilha do Pico, o destróier lançou torpedos contra o submarino, que atingiram sua parte traseira, em resultado do que o navio começou a deixar entrar água.

O comandante decidiu evacuar a tripulação e fazer afundar o submarino para que ele não ficasse nas mãos do inimigo. A tripulação era de 46 homens, sendo que 42 deles conseguiram se salvar, tendo os restantes ficado prisioneiros dos britânicos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала