Preço alto: EUA só retiram sanções se Rússia devolver Crimeia

© Sputnik / Artem Zhitenev / Abrir o banco de imagensGrafiti patriótico relacionado à reintegração da Crimeia à Rússia
Grafiti patriótico relacionado à reintegração da Crimeia à Rússia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos irão manter as sanções contra a Rússia relacionadas à Crimeia até que Moscou devolva o controle da península à Ucrânia. A declaração é da embaixadora norte-americana na ONU, Nikki Haley.

"Os Estados Unidos continuam condenando e pedindo o fim imediato da ocupação russa na Crimeia; Crimeia é uma parte da Ucrânia, nossas sanções relacionadas com a Crimeia serão mantidas em vigor até que a Rússia devolva o controle da península à Ucrânia", disse Haley.  

Desfile da Marinha russa durante as celebrações do Dia da Marinha em Sevastopol, Crimeia - Sputnik Brasil
EUA nunca aceitarão a 'anexação' da Crimeia pela Rússia, diz a Ucrânia
O Conselho de Segurança da ONU realizou nesta quinta-feira (2) uma reunião aberta sobre a situação no leste da Ucrânia. 

A Crimeia se tornou parte da Federação Russa após a realização de um referendo, em março de 2014, no qual 96,77% da população da região se manifestaram à favor da reintegração com a Rússia.

A incorporação da península à Federação Russa foi o principal motivo para a deterioração das relações entre Moscou e os países do Ocidente. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала