Rússia promete dar resposta caso mídia dos EUA tente limitar transmissões do RT

© Sputnik / Evgeniy Biyatov / Abrir o banco de imagensRT
RT - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Roskomnadzor da Rússia declarou que se a mídia dos Estados Unidos tentar pressionar aqueles que cooperam com o canal de televisão RT, resultando na restrições de transmissão do canal, a Rússia dará resposta.

"A mídia principal dos EUA está tentando influenciar aqueles que estão colaborando com o canal russo RT. As tentativas do The Wall Street Journal de pôr empecilhos no caminho do RT nos EUA, onde o canal está sendo pressionado regularmente, são cínicas e imorais", afirmou o chefe do Roskomnadzor (serviço federal de vigilância na área de comunicações, tecnologias de informação e mídia de massa).

"Ao mesmo tempo, os jornalistas do The Atlantic, que descobriram que o canal RT está no topo de pesquisas do Google, ligaram para o Google e perguntaram se seria possível separar as notícias do RT das outras. Se tal pressão limitar as transmissões do RT nos EUA, seremos obrigados a dar uma resposta", acrescentou Aleksandr Zakharov.

Russia Today logo - Sputnik Brasil
Editora-chefe da Sputnik e RT: 'Estamos sendo ameaçados e isso nos preocupa'
No fim de janeiro, The Wall Street Journal publicou uma matéria contendo detalhes sobre as transmissões do RT a cabo e por satélite nos EUA. Ao mesmo tempo, The Atlantic publicou outra matéria, onde se diz que as notícias do RT estão no topo de pesquisas do Google, acrescentando que foi perguntado [ao Google] se seria possível "filtrar" as matérias do RT, pois representam pontos de vista pró-russos.

O RT transmite informações 24h por dia e possui três canais de televisão, transmitidos de Moscou em inglês, espanhol e árabe para mais de 100 países. RT América e RT Reino Unido também fazem parte da organização e são transmitidos de Washington e Londres respectivamente.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала