Mídia: China poderá estar desenvolvendo novo míssil ar-ar

© Foto / D. Myles Cullen / Departamento de Defesa dos EUA / Domínio PúblicoJato chinês J-11.
Jato chinês J-11. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
É provável que China esteja desenvolvendo um novo míssil ar-ar, cujo alcance poderá atingir 400 quilômetros, escreve, na quinta-feira (26), o jornal China Daily.

Caça da geração 4++ decola durante os exercícios da aviação de caças na região de Primorie - Sputnik Brasil
Caças MiG-31 realizam 'combate aéreo' a velocidade hipersônica
Segundo dados do China Daily, recentemente o Exército Popular de Libertação publicou fotos de um caça J-11B, armado com um míssil desconhecido que atinge quase um quarto do seu comprimento, que é de 22 metros. As fotos foram tiradas durante treinos militares em novembro do ano passado no noroeste do país.

Além disso, o jornal aponta que na Internet foram publicadas fotos de um caça J-16 equipado com um míssil análogo. O jornal não conseguiu obter confirmação da parte do representante oficial do Ministério da Defesa da China. Aliás, nada foi informado oficialmente sobre a construção de um novo míssil ar-ar.

Soldados chineses marcham perto da Praça Tiananmen antes do encerramento do Congresso Nacional do Povo, 16 de março de 2016. - Sputnik Brasil
China nega ter instalado mísseis intercontinentais na fronteira russa
Segundo afirmou especialista militar Fu Qianshao, é possível que China esteja construindo um novo míssil capaz de atacar alvos importantes, por exemplo, aeronaves de alerta precoce ou aeronaves de reabastecimento, que, durante um conflito militar, costumam ficar fora da zona de combates. Ele também sublinhou que a maioria dos modernos mísseis de classe ar —ar permite atacar alvos à distância de 100 quilômetros, mas o novo míssil chinês, ao que se sabe, terá um alcance de 400 quilômetros.

"A construção bem-sucedida desse míssil seria um avanço significativo na modernização de armamento da Força Aérea do Exército Popular de Libertação", acrescentou o especialista. Entretanto, segundo ele, tal míssil pode atingir a estratosfera (altitude de 20-25 quilômetros) e continuar o voo lá até detectar o alvo, efetuando depois o ataque.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала