China nega ter instalado mísseis intercontinentais na fronteira russa

© AP Photo / Ng Han GuanSoldados chineses marcham perto da Praça Tiananmen antes do encerramento do Congresso Nacional do Povo, 16 de março de 2016.
Soldados chineses marcham perto da Praça Tiananmen antes do encerramento do Congresso Nacional do Povo, 16 de março de 2016. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As informações sobre a presença militar da China perto da fronteira russa não têm nada a ver com a realidade, afirmou o Ministério do Exterior chinês à Sputnik na quarta-feira (25).

Sistemas da defesa antimissil chineses - Sputnik Brasil
Quais são as razões da instalação de mísseis intercontinentais chineses perto da Rússia?
"Atualmente, a parceria estratégica e a coordenação entre a China e a Rússia são mantidas em um nível elevado… Quanto à chamada presença militar, isso são apenas especulações e conjeturas que circulam na Internet", indica uma nota escrita do ministério.

Um dos três sistemas chineses de mísseis intercontinentais Dongfeng-41 (DF-41) pode ter sido desdobrado na cidade de Daqinq, província do norte de Heilongjiang, na fronteira com a Rússia, informou terça-feira o jornal chinês Global Times.

O DF-41 pode transportar até 10 ogivas nucleares e atingir alvos mais de 14.000 quilômetros do local de lançamento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала