Material blindado dos EUA não precisa ser alvejado para ficar fora de combate

© AFP 2022 / Ralf HirschbergerVeículos seguem para Polônia pelo território da Alemanha no âmbito da operação Atlantic Resolve (Resolução Atlântica)
Veículos seguem para Polônia pelo território da Alemanha no âmbito da operação Atlantic Resolve (Resolução Atlântica) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O exército norte-americano se deparou com "dificuldades inesperadas" durante o deslocamento de veículos blindados da Alemanha à Polônia, informou o jornal The Wall Street Journal.

De acordo com as fontes da edição, vários veículos acabaram sofrendo danos quando se deslocavam do porto alemão de Bremerhaven à Polônia: eles colidiram com pontes que eram mais baixas do que os militares previam. Por razão dos incidentes, cinco veículos permaneceram na Alemanha, sendo que as chefias militares norte-americanas ainda não encontraram um método seguro para o seu transporte.

Tropas da OTAN participam dos exercícios militares na Polônia - Sputnik Brasil
Brigada de tanques dos EUA está quase na Polônia
Além disso, alguns blindados dos EUA chegaram à Europa com acumuladores descarregados, declarou o chefe das Forças Armadas dos EUA na Europa, tenente-general Ben Hodges.

O alto militar admitiu também que Washington não tem dados suficientes sobre a infraestrutura nos países-membros da OTAN que antes faziam parte do bloco soviético e sublinhou a necessidade de "restaurar os postos de apoio" no leste da Europa.

No momento os Estados Unidos estão deslocando ao Leste europeu 87 tanques  М1 Abrams, 144 veículos de combate de infantaria M2 Bradley, 18 veículos autopropulsados M109 Paladin e 4.000 soldados para apoiar a operação Atlantic Resolve (Resolução Atlântica). As manobras conjuntas com aliados europeus têm por objetivo a “contenção da Rússia”.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала