Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Bombardeiros russos atacam depósitos do Daesh em Deir ez-Zor

© Sputnik / Vladimir AstapkovichBombardeiro russo Tu-22M3
Bombardeiro russo Tu-22M3 - Sputnik Brasil
Nos siga no
Na terça-feira (24), o Ministério da Defesa russo comunicou que seis bombardeiros russos de longo alcance Tu-22M3 lançaram ataques aéreos contra depósitos de armas e munições do grupo terrorista Daesh em Deir ez-Zor, na Síria.

"Em 24 de janeiro de 2017, seis bombardeiros de longo alcance Tu-22M3 decolaram do aeródromo, atravessaram o Iraque e Irã e lançaram ataques aéreos contra uma fábrica dos terroristas, que produz munições e explosivos em Tel al-Salhiya, contra os depósitos de armas e munições do Daesh e áreas onde estão localizados equipamentos do Daesh na província de Deir ez-Zor", diz-se no comunicado do Ministério.

Bombardeiros estratégicos russos Tu-22M3 - Sputnik Brasil
6 bombardeiros Tu-22 russos atacam alvos do Daesh em Deir ez-Zor, na Síria
O ministério acrescentou que todos os alvos foram destruídos.

Os aviões decolaram do aeródromo na Rússia e atravessaram o território do Iraque e Irã. Após completarem sua missão na Síria com sucesso, os bombardeiros retornaram à Rússia.

Em 21 de janeiro, os bombardeiros estratégicos russos iniciaram ataques contra posições do Daesh na cidade síria de Deir ez-Zor.

Na semana passada, terroristas cercaram o aeródromo militar de Deir ez-Zor no nordeste sírio. A base aérea de Deir ez-Zor continua sendo a última linha de defesa do exército sírio rumo à cidade.

Apesar dos numerosos ataques terroristas envolvendo homens-bomba e equipamentos militares, a Força Aérea da Síria conseguiu não somente proteger com sucesso o aeródromo, mas também contratacar terroristas que combatem em territórios adjacentes.

Ao comentar a situação na região, o Estado-Maior Geral russo comunicou, em 18 de janeiro, que caso terroristas capturem Deir ez-Zor, os civis estarão sujeitos ao genocídio e a população poderá ser exterminada completamente.

Engenheiros militares russos na Síria - Sputnik Brasil
Rússia tenta 'transformar façanhas militares na Síria em sucesso político'
Anteriormente, o chefe do comando operacional do Estado-Maior Geral das Forças Armadas da Rússia, tenente-general Sergei Rudskoy, informou que a região perto da cidade de Deir ez-Zor está enfrentando uma situação difícil. Os defensores da cidade são obrigados a repelir ataques incessantes dos militantes, que possuem vantagem numérica. Segundo Rudskoy, caso a cidade caia, sua população poderá enfrentar genocídio.

Em 14 de janeiro, o exército sírio repeliu um ataque do Daesh ao sul e noroeste do aeródromo militar de Deir ez-Zor e a vários bairros nos subúrbios ocidentais da cidade.
A cidade de Deir ez-Zor, que ainda é mantida por forças do governo sírio, está cercada pelo Daesh desde julho de 2014.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала