Trump assina ordem executiva formalizando retirada dos EUA do TPP

© AFP 2022 / Nicholas Kamm Delegados manifestam sua indignação com o TTP durante o primeiro dia do Convenção Nacional do Partido Democrata em Filadélfia, na Pensilvânia, EUA, em 25 de julho de 2016
Delegados manifestam sua indignação com o TTP durante o primeiro dia do Convenção Nacional do Partido Democrata em Filadélfia, na Pensilvânia, EUA, em 25 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Donald Trump, assinou nesta segunda-feira (23) uma ordem executiva formalizando a retirada dos EUA do Acordo de Parceria Transpacífico (TPP).

Na última sexta-feira (23), após a cerimônia de posse de Trump, a Casa Branca divulgou o programa da nova administração norte-americana, indicando que os EUA se retirariam do TPP e que iriam renegociar o acordo do Nafta. 

Delegados manifestam sua indignação com o TTP durante o primeiro dia do Convenção Nacional do Partido Democrata em Filadélfia, na Pensilvânia, EUA, em 25 de julho de 2016 - Sputnik Brasil
Esquerdistas peruanos falam em sintonia com Trump ao protestarem contra TPP
"Esta estratégia começa por se retirar do Acordo de Parceria Transpacífico e certificando-se de que quaisquer novos acordos comerciais serão para o interesse dos trabalhadores americanos", informou a Casa Branca na última sexta-feira (20). 

Além disso, a administração Trump prometeu utilizar "todos os instrumentos contra os países que considerar violadores de acordos comerciais". 

O acordo foi assinado por 12 países do Pacífico, mas permaneceu não ratificado pelos Estados Unidos e pela maioria dos outros signatários. O futuro do acordo agora é considerado incerto, uma vez que foi impulsionado em grande parte pelos esforços norte-americanos. O objetivo do TPP consistia em criar a maior zona de livre comércio do mundo. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала