'Obcecados pelas sanções': senador russo critica Merkel e senadores dos EUA

© Ilya PitalevConselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento russo)
Conselho da Federação da Rússia (câmara alta do parlamento russo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O senador russo Aleksei Pushkov comentou as palavras do candidato presidencial francês François Fillon sobre sanções econômicas contra a Rússia.

Fillon havia declarado, em entrevista ao jornal Monde, que as relações com a Rússia são uma questão estratégica para o futuro da Europa e que é necessário restabelecê-las. O político também apontou que é impossível "vergar" o povo russo usando sanções económicas.

Pushkov comentou assim no Twitter as palavras do candidato francês: "Fillon: é ingênuo supor que o povo da Rússia poderá ser vergado devido às sanções econômicas. Isso deve ser dito a Merkel e aos senadores dos EUA, obcecados pela mania das sanções".

As eleições do presidente da França irão ocorrer em dois turnos em 23 de abril e 7 de maio de 2017. Segundo dados de uma pesquisa do centro de opinião pública BVA e da empresa Salesforce, publicados em 7 de dezembro, François Fillon e o líder da Frente Nacional, Marine Le Pen, passarão ao segundo turno. No entanto, as pesquisas apontam para a vantagem significativa de Fillon.

Manuel Valls e Benoit Hamon - Sputnik Brasil
Eleições França 2017: Valls e Hamon vão para o segundo turno das primárias socialistas
Além de François Fillon, também Romano Prodi, ex-primeiro-ministro da Itália e antigo presidente da Comissão Europeia, apelou aos europeus para que levantem as sanções introduzidas contra a Rússia.

"É necessário levantar imediatamente as sanções introduzidas em relação à Rússia. Estou profundamente seguro disso. Podemos sacrificar-nos em prol da política solidária, mas se não há qualquer solidariedade, não vale apena de insistir. Vamos trabalhar para estarmos a frente, não permitindo aos EUA desempenharem um papel privilegiado nas relações com a Rússia", explicou Prodi.

© Sputnik / Vitali PodvitskiSanções, sanções quentes!
Sanções, sanções quentes! - Sputnik Brasil
Sanções, sanções quentes!
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала