Biden apela 'lutar pela UE' e fazer frente à influência russa na Europa

© Sputnik / Sergey Guneev / Abrir o banco de imagensJoe Biden
Joe Biden - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Joe Biden, no seu último discurso no cargo de vice-presidente dos EUA, chamou a Rússia de maior ameaça à ordem mundial e destacou que Washington deve cooperar com Europa para fazer frente à influência russa na região.

Futuro vice-presidente dos EUA Mike Pence aperta a mão de Donald Trump, presidente eleito dos EUA, Nova York, EUA, 9 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
Como vice-presidentes dos EUA influenciam na política de Washington sobre a Ucrânia?
Ele destacou que a sob a presidência de Vladimir Putin a Rússia usa todas medidas possíveis para "neutralizar o vigor do projeto europeu, testar as falhas das nações ocidentais e retornar a uma política definida pelas esferas de influência".

"Com muitos países na Europa prestes a realizar eleições neste ano, devemos esperar novas tentativas da Rússia de se intrometer no processo democrático. Isso vai acontecer novamente, garanto. E novamente o propósito é claro: destruir a ordem liberal internacional", disse Biden ao jornal New York Times.

Biden sublinhou que a proteção da ordem liberal internacional exige a resistência à desintegração europeia e a insistência em uma Europa livre e unida.

"Isso significa lutar pela União Europeia, uma das organizações mais vibrantes e consequentes na Terra", acrescentou vice-presidente dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала