Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Deputada ucraniana propõe 'ceder' Crimeia para Rússia em troca de Donbass

© Sputnik / Maks Vetrov / Abrir o banco de imagensFragmento do monumento à Milícia popular de todo o tempo na cerimônia de abertura, Simferopol, Crimeia, Rússia (foto de arquivo)
Fragmento do monumento à Milícia popular de todo o tempo na cerimônia de abertura, Simferopol, Crimeia, Rússia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga no
Deputada da Suprema Rada, Nadezhda Savchenko, que foi condenada à prisão pelo assassinato de jornalistas russos em Donbass e, posteriormente, recebeu o perdão da Rússia, disse que existe a possibilidade da Ucrânia conseguir Donbass de volta caso Crimeia seja cedida para a Rússia.

Presidente ucraniano Pyotr Poroshenko durante entrevista para a agência Bloomberg em Davos, Suiça, 17 de janeiro de 2017 - Sputnik Brasil
Tomada de posse de Trump parece ser um pesadelo para Ucrânia
Em sua opinião, os deputados ucranianos podem gritar e espernear, mas a Ucrânia terá de desistir da Crimeia por algum tempo.

"A Crimeia é mais uma Transnístria. Para não fazer com que Donbass se torne Transnístria, elas [autoridades da Ucrânia] devem esquecer a Crimeia e, assim, receberão Donbass de volta. Não vejo outro meio pacífico. Com efeito, eu vejo, mas isto seria através de meios militares <…> Não são duas semanas ou dois meses, mas uma guerra", frisa Savchenko.

Vista da baía de Balaklava na cidade de Sevastopol - Sputnik Brasil
Casa Branca: 'O mundo teria caído sem reação dos EUA aos acontecimentos na Crimeia'
A deputada ucraniana propõe que seja realizado um acordo sobre a Crimeia e Donbass entre Rússia e Ocidente. Para ela, esta seria a "opção ideal", reforçando que a Ucrânia não participaria das negociações por não ser, no momento, politicamente "autônoma".

A Crimeia reunificou-se com a Rússia depois do referendo realizado na península em março de 2014. Segundo seus resultados, 96,77% dos residentes da Crimeia e 95,6% dos residentes de Sevastopol se manifestaram a favor de reunificação com a Rússia. Todavia, as autoridades da Ucrânia consideram a Crimeia como seu território – temporariamente ocupada. Moscou disse repetidamente que o referendo na península foi realizado de modo democrático e em plena correspondência com o direito internacional.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала