Ministério da Defesa russo: organizações humanitárias não prestam ajuda a Aleppo

© Foto / Vanessa BeeleyPraça principal na antiga cidade de Aleppo oriental, libertada um dia antes pelo exército sírio
Praça principal na antiga cidade de Aleppo oriental, libertada um dia antes pelo exército sírio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A vida na cidade em Aleppo está se normalizando embora as organizações humanitárias internacionais não tenham providenciado qualquer assistência à cidade desde que esta foi libertada há um mês, comunicou o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, no sábado (14).

Segundo ele, o fato de a mídia ocidental estar ignorando a assistência causa surpresa.

"Passou um mês desde a libertação de Aleppo. Porém, as organizações humanitárias internacionais continuam sem prestar ajuda à população civil. Ao mesmo tempo, a vida pacífica na cidade está se recuperando", frisou Konashenkov.

Militares russos em Aleppo recém-libertada - Sputnik Brasil
Síria inicia reconstrução da cidade de Aleppo
De acordo com o porta-voz russo, as fontes da mídia do Ocidente têm silenciado o assunto como se fossem comandadas por alguém.

Em 22 de dezembro as forças do governo sírio assumiram o pleno controle de Aleppo após a saída da cidade da última coluna de militantes.

A Síria vive desde março de 2011 um conflito armado em que as tropas governamentais enfrentam grupos armados da oposição e de organizações terroristas como o Daesh e a Frente al-Nusra (ambas proibidas na Rússia).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала