Rússia convida administração Trump para negociações sobre Síria em Astana

Nos siga noTelegram
O representante da equipe de transição de Donald Trump declarou que a Rússia convidou a administração do presidente eleito dos EUA, Donald Trump, para as negociações sobre a Síria, que serão realizadas em Astana, capital do Cazaquistão.

Barack Obama e Donald Trump conversam com a imprensa durante reunião na Casa Branca, em Washington, 10 de novembro de 2016 - Sputnik Brasil
EUA: Difícil realizar negociações sobre Síria até posse de Trump
De acordo com informação divulgada pelo jornal Washington Post, o convite foi recebido durante conversa telefônica entre o conselheiro do presidente eleito dos EUA para a Segurança Nacional, Michael Flynn, e o embaixador russo nos Estados Unidos, Sergei Kislyak, ainda em 28 de dezembro. 

"No momento, eu não tenho mais informações sobre a presença dos EUA [nas conversações em Astana]", disse a fonte da equipe de transição, citada pelo jornal, que preferiu não divulgar seu nome. Segundo ele, a decisão final ainda não foi tomada. 

Anteriormente, o porta-voz do Departamento do Estado, Mark Toner, havia declarado que os EUA ainda não tinham recebido nenhum convite oficial para a reunião sobre a Síria em Astana, mas que mantinham constante contato com a Turquia e a Rússia. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала