'Dados comprometedores' sobre Trump são falsos, diz WikiLeaks

© flickr.com / Surlan SoosayJulian Assange, chefe do site de vazamentos WikiLeaks
Julian Assange, chefe do site de vazamentos WikiLeaks - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O site de vazamentos WikiLeaks informou que as alegações da mídia de que "agentes russos" possuiriam informações comprometedoras sobre o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, não são confiáveis.

"O ficheiro de 35 páginas publicado pelo [portal] Buzzfeed sobre Trump não é um relatório de inteligência. O estilo, os fatos e as datas não mostram credibilidade", escreveu o WikiLeaks no Twitter.

As bonecas russas (matryoshkas) com retratos dos 5 últimos presidentes norte-americanos - Sputnik Brasil
TV: Rússia possui informações comprometedoras sobre Trump
No início do dia, a CNN informou, citando autoridades norte-americanas não identificadas, que os serviços de inteligência dos EUA tinham apresentado ao presidente dos EUA, Barack Obama, e ao presidente eleito Donald Trump, documentos classificados que incluíam alegações de que os agentes russos teriam informações financeiras e pessoais comprometedoras sobre Trump. O FBI está investigando a credibilidade dos dados, de acordo com a mídia. 

Posteriormente, a versão completa dos documentos foi publicada pelo portal BuzzFeed News

"Nós não aprovamos o documento publicado pelo Buzzfeed, que é claramente fictício", comentou o WikiLeaks.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала