Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Inteligência dos EUA: Rússia pode ter interferido nas eleições de 20 países

© Sputnik / Natalia Seliverstova / Abrir o banco de imagensVista do Kremlin de Moscou
Vista do Kremlin de Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga no
O diretor de Inteligência Nacional dos EUA, James Clapper, disse nesta terça-feira que a Rússia pode ter influenciado a situação política em mais de 20 países.

diretor de Inteligência Nacional dos EUA, James Clapper - Sputnik Brasil
Diretor de Inteligência Nacional dos EUA: Rússia teve 'intenção' de influenciar eleições
"Podem ter sido duas dezenas de países”, disse Clapper durante seu discurso ao Senado, onde ele foi questionado sobre a "intervenção russa nas eleições em outros países ao longo dos últimos quatro anos."

Clapper disse que a Rússia tentou influenciar, de uma forma ou de outra, as opiniões e as posições políticas, mas não mencionou países específicos, nem forneceu qualquer prova.

Em 6 de janeiro, CIA, FBI e NSA publicaram um relatório, no qual mais uma vez acusaram a Rússia de “interferir nas eleições americanas”, mas sem apresentar provas, alegando a confidencialidade dos documentos da inteligência. O relatório apresentou como fundamento dessa tese fontes na TV russa e textos em redes sociais. Praticamente a metade do relatório era dedicada à emissora RT e à agência Sputnik.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала