Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Apoio militar dos EUA à oposição síria poderia levar ao pior, diz chefe da CIA

Nos siga no
Um maior apoio à oposição síria pelos EUA poderia mudar a situação no Oriente Médio, mas também poderia provocar consequências mais negativas, do que as atuais, disse o diretora da CIA, John O. Brennan.

Drone mostra bairros de Aleppo libertados dos rebeldes armados - Sputnik Brasil
Opinião: valas comuns em Aleppo confirmaram que Daesh e a oposição são iguais
“Se fosse oferecido antes um apoio maior pelos protagonistas internacionais ao Exército Livre da Síria, isso mudaria a situação? Possivelmente. Porque o regime sírio estava desequilibrado e vulnerável”, disse Brennan em entrevista à emissora CNN.

Ele discordou, entretanto, do ponto de vista defendido por opositores do presidente norte-americano, Barack Obama, de que os EUA deveriam oferecer um apoio mais ativo à oposição síria. 

“Um apoio cego à oposição síria e repasse de armas para lá poderia levar à consequências mais piores, do que as de hoje”, disse o diretor da CIA.

Ele destacou que a oposição síria é “muito heterogênea” e é formada por uma mistura de elementos laicos e extremistas religiosos. 

O conflito armado na Síria começou em março de 2011. As tropas do governo enfrentam combatentes de diversos grupos armados. Os EUA apoiam a oposição e defendem a queda do regime de Bashar Assad. Washington alega que oferece apoio somente aos grupos de oposição que combatem o Daesh.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала