Homem em caminhão atropela multidão em Jerusalém matando 4 e deixando 13 feridos

© AFP 2022 / AHMAD GHARABLI Forças de segurança de Israel (foto de arquivo)
Forças de segurança de Israel (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Um homem não identificado atropelou uma multidão em um caminhão na Cidade Antiga de Jerusalém. Na sequência do ataque, pelo menos quatro pessoas (três mulheres e um homem) foram mortas e 13 ficaram feridas, informa a mídia citando a polícia. Após o ataque, o premiê de Israel informou que o autor pode pertencer ao grupo terrorista Daesh.

De acordo com o jornal The Times of Israel, o caminhão, que vinha de um bairro árabe, atropelou um grupo de soldados que estavam saindo de um ônibus.

Segundo a polícia de Israel, o ataque foi intencional.

A Rádio de Israel comunicou a morte do motorista do caminhão.

"É um atentado terrorista", informou o porta-voz da polícia à Rádio de Israel.

"Sabemos a identidade do autor, tudo indica que é apoiante do Estado Islâmico [Daesh]. Fechamos acesso a Jabel Mukabar, bairro de onde ele chegou, e estamos realizando outras ações que eu não vou dar detalhes", comunicou o primeiro-ministro de Israel Benjamin Netanyahu, citado pela agência Reuters.

Conforme a mídia local, o ataque, supostamente, foi realizado por uma pessoa de origem palestiniana que foi liberado de prisao em Jerusalém Oriental, e era dirigido contra as Forças de Defesa de Israel. Segundo é informado, o nome do suspeito é Fadi al-Qanbar.

​Ambulâncias já chegaram ao local do incidente. A investigação foi aberta.

O ministro das Relações Exteriores da Áustria e atual chefe da OSCE, Sebastian Kurz, já condenou o ataque.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала