- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Temer quer mexer em benefício pago a idosos pobres e deficientes

© Beto Barata / PRMichel Temer em evento em São Paulo
Michel Temer em evento em São Paulo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Medida pode prejudicar idosos pobres e pessoas com deficiência, que recebiam auxílio de um salário mínimo mensalmente.

Michel Temer durante apresentação das medidas econômicas - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Reforma da Previdência será enviada ao Congresso ainda este mês
Na sua jornada rumo à saúde financeira do país, o presidente Michel Temer pode agora mexer com mais um grupo assistido pelo governo: os idosos pobres ou com deficiência.

O Benefício de Prestação Continuada é pago atualmente à pessoa idosa, com 65 anos ou mais, e à pessoa com deficiência de qualquer idade, que comprovem não possuir meios de se sustentar ou de ser sustentado pela família. O governo dá um salário mínimo a estes grupos mensalmente e exigia renda mensal familiar per capita é inferior a ¼ do salário mínimo, avaliação médica e social realizadas pelo INSS. 

De acordo com a Folha de S. Paulo, Temer pretende enviar ao Congresso uma proposta que eleva de 65 para 70 anos a idade mínima para a obtenção do benefício e desatrelar seu valor do salário mínimo — as correções passariam a ser feitas pela inflação. O presidente também espera mexer ainda na renda mínima para ter acesso ao benefício.

O governo não se pronunciou sobre o assunto até o momento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала