Turquia afirma que vídeo de execução de militares turcos pelo Daesh é montagem

© AFP 2022 / NAZEER AL-KHATIBSoldados turcos no tanque M60 lutam contra a vila síria de Beraan, Síria, outubro de 2016
Soldados turcos no tanque M60 lutam contra a vila síria de Beraan, Síria, outubro de 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Segundo a mídia turca, na última reunião do Conselho de ministros foram analisados os vídeos divulgados na Internet em que dois soldados turcos são queimados vivos pelo Daesh.

Durante a reunião, as autoridades turcas informaram que "em resultado de procedimentos técnicos destinados a verificar a autenticidade destes vídeos, se verificou que os vídeos divulgados são uma montagem".

Soldados turcos na Síria - Sputnik Brasil
Oficial do Exército Livre da Síria: Al-Bab pode ser libertada dentro de alguns dias
O deputado Samil Tayyar, do Partido de Justiça e Desenvolvimento do parlamento turco, declarou que um dos homens queimados é um militante do Daesh e que o segundo pode ser um soldado que voluntariamente fugiu da cidade fronteiriça de Kilis para a Síria. Em entrevista ao jornal Gaziantep Pusula, Tayyar sublinhou que "uma das pessoas mostrada no vídeo dos terroristas não tem nada a ver com as Forças Armadas da Turquia, era um militante do Daesh vestido de uniforme militar <…> Quanto ao segundo homem do vídeo, agora decorrem as diligências  para o identificar. É  possível que seja o soldado que abandonou o posto em Kilis. Estamos esclarecendo se foi sequestrado ou desertou. Os especialistas defendem a segunda versão, mas as informações exatas serão publicadas quando tivermos os resultados da investigação".

Mais cedo, surgiram informações sobre o Daesh ter executado dois soldados turcos que foram capturados pelos terroristas no início de dezembro, perto de cidade de Al-Bab, no norte da Síria. Os vídeos foram divulgados em redes sociais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала