7 apoiantes do Daesh são presos por prepararem ataques na região de Moscou

© Centro de relações públicas do FSB russo / Abrir o banco de imagensMembros da organização extremista Tablighi Jamaat, proibida na Rússia, durante a detenção pelo Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB)
Membros da organização extremista Tablighi Jamaat, proibida na Rússia, durante a detenção pelo Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os oficiais do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB), em cooperação com o Ministério do Interior russo no Daguestão, impediram atividades de um grupo clandestino composto por sete apoiantes do grupo terrorista Daesh, que planejaram uma série de atentados na região de Moscou, diz-se em comunicado oficial da entidade.

Sede do Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) em Moscou - Sputnik Brasil
Extremistas islâmicos são detidos pelo FSB em Moscou
Segundo o FSB, os apoiantes do Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países) estavam planejando realizar atentados terroristas nos feriados do Ano Novo, informou uma fonte das forças de segurança do Daguestão.

Presos no Daguestão, os militantes planejaram concretizar ataques conforme as instruções de um emissário do Daesh na Síria. Grande quantidade de armas de fogo, granadas e componentes de explosivos foi apreendida durante as buscas realizadas nas residências dos militantes.

No início de dezembro deste ano, as forças de segurança da Rússia aniquilaram o líder de um grupo terrorista ligado ao Daesh, Rustam Aselderov, e quatro militantes na república russa do Daguestão. Aselderov foi um dos responsáveis pelos ataques mais sangrentos em Volgogrado, no dia 29 de dezembro de 2013, e na cidade de Makhachkala, no Cáucaso russo, em 2011.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала