30 bombardeios na Síria nas últimas 24h, diz Ministério da Defesa da Rússia

© AFP 2022 / DANIEL LEAL-OLIVASUm lutador rebelde dispara uma arma antiaérea de 23 milímetros de trás de um caminhão enquanto um avião da Força Aérea da Síria voa acima durante os confrontos entre os rebeldes e as tropas pró-governamentais nos arredores da cidade do norte de Aleppo
Um lutador rebelde dispara uma arma antiaérea de 23 milímetros de trás de um caminhão enquanto um avião da Força Aérea da Síria voa acima durante os confrontos entre os rebeldes e as tropas pró-governamentais nos arredores da cidade do norte de Aleppo - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Informação consta no último boletim do Centro para a Reconciliação na Síria russo e atribui a responsabilidade pelos ataques a grupos de oposição.

Trinta ataques foram registrados nas últimas 24 horas nas cidades sírias de Damasco, Aleppo, Hama, Latakia e Daraa, informou o Centro para a Reconciliação na Síria russo. O boletim foi publicado no site do Ministério da Defesa da Rússia.

Os habitantes de Aleppo após a evacuação dos militantes e seus familiares da parte oriental da cidade - Sputnik Brasil
Rússia entrega ajuda humanitária para cidadãos evacuados de Aleppo
Segundo o centro, Damasco registrou a maior parte dos ataques — foram 20 — onde o grupo de oposição "Jaish al-Islam" disparou morteiros e fez uso de armas pequenas. Já o segundo grupo "Ahrar al-Sham" teria disparado morteiros nas cidades de Aleppo e Hashhasha, na província de Latakia.

Já o Frente Fateh al-Sham (anteriormente conhecido como Frente al-Nusra, proibida na Rússia e vários outros países) utilizou veículos aéreos não-tripulados equipados com explosivos, morteiros e armas de fogo contra os quartéis de Ashrafiya, Leramon, Shurfa, Ansari e Jamariya Harb al-Zahraa na cidade de Aleppo.

"As Forças Aeroespaciais Russas e a Força Aérea da Síria não fizeram ataques contra as formações armadas da oposição, que seguem o regime de cessar-fogo e informaram os centros russos ou americanos para a reconciliação sobre sua localização", finaliza o comunicado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала