Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Primeiro-ministro do Japão irá aos EUA

© AFP 2021 / SAUL LOEBPresidente norte-americano, Barack Obama, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, durante a cerimônia de bem-vindo, Casa Branca, Washington, EUA, 28 de abril de 2015
Presidente norte-americano, Barack Obama, e o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, durante a cerimônia de bem-vindo, Casa Branca, Washington, EUA, 28 de abril de 2015 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe começa na segunda-feira (26) uma visita de dois dias ao Havaí para comemorar os que morreram durante os ataques japoneses contra navios e aviação dos EUA na baía de Pearl Harbor, na ilha de Oahu, em 7 de dezembro em 1941.

Segundo informou imprensa japonesa, espera-se que o primeiro-ministro japonês e o presidente dos EUA, Barack Obama confirmem a importância da aliança militar dos dois países. O seu encontro está marcado para a terça-feira (27) em Honolulu, onde Obama nasceu e passou a infância.

O ataque contra Pearl Harbor, que levou os EUA a entrarem na Segunda Guerra Mundial, resultou em morte de mais de 2.400 americanos e em mais de mil feridos.

The flag on the premises of the Embassy of Israel in Moscow which has suspended its operations as the diplomats go on strike. - Sputnik Brasil
Israel convoca embaixador dos EUA para consultas após voto sobre assentamentos
Em maio de 2016, durante a cúpula do Grupo dos Sete no Japão, Barack Obama tornou-se o primeiro presidente dos EUA a visitar Hiroshima, a cidade-vítima de o bombardeio nuclear americano. A visita corrente de Abe a Pearl Harbor é considerada uma medida de resposta do governo japonês. No entanto, como Obama não pediu desculpa pelos bombardeios das cidades japonesas, Shinzo Abe também não deverá se desculpar pelos ataques contra Pearl Harbor.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала