Putin e Erdogan concordam que libertação de Aleppo abre caminho para pacificação síria

© Sputnik / Michael Alaeddin / Abrir o banco de imagensCivis caminham por rua de Aleppo após a libertação da cidade pelo Exército Sírio
Civis caminham por rua de Aleppo após a libertação da cidade pelo Exército Sírio - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o líder turco, Recep Tayyip Erdogan, demonstraram grande entusiasmo, em conversa telefônica, com o sucesso da campanha de libertação da cidade síria de Aleppo, destacando que esse resultado cria condições para o lançamento de um processo de paz legítimo na República Árabe da Síria.

Ambulâncias e ônibus utilizados na evacuação de áreas controladas por rebeldes em Aleppo, em 15 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Últimos militantes deixam Aleppo e governo sírio controla 100% da cidade
"A satisfação foi expressada pelas duas partes, pela conclusão bem sucedida da operação em Aleppo. Assim, condições favoráveis foram criadas para o lançamento de um processo de paz que estipule um cessar-fogo em todo o território sírio e a transição para uma resolução política", informou o serviço de imprensa do Kremlin através de um comunicado. 

Após anos de conflitos sangrentos em uma das maiores cidades da Síria, os últimos militantes finalmente deixaram Aleppo na noite da última quinta-feira, 22, marcando a vitória definitiva das forças do governo sobre os rebeldes na região. Em declarações logo após a confirmação da retirada dos combatentes, o presidente sírio, Bashar Assad, apontou a Rússia como uma das responsáveis pela retomada da cidade, assim como o Irã, uma vez que os dois países prestaram forte apoio ao Exército Sírio durante a campanha de libertação.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала